Consulta fitofarmacêutica

O que é a consulta fitofarmacêutica?

É o ato em que o farmacêutico interage e responde ás demandas do paciente, que envolvam ou não o uso de medicamentos fitoterápicos ou não. Os atendimentos acontecem em uma sala apropriada, buscando humanizar a relação do paciente com o profissional, que fará uma escuta ativa, identificando, analisando e tomando decisões de orientação, educação, aconselhamento e indicação de medicamentos fitoterápicos ou de venda livre.

 

Qual o objetivo desse serviço?

O farmacêutico enquanto agente de saúde, pode interferir na relação paciente-doença de maneira a ajudar positivamente no tratamento. Pelo seu posicionamento, desenvolve uma interação com o paciente que lhe fornece uma visão clínica integral dos serviços aos quais o paciente é submetido em função de uma necessidade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e da integralidade das ações de saúde.

 

Quem faz esse atendimento?

O profissional farmacêutico possui formação para produção e orientação sobre medicamentos. Mas para exercer um atendimento clínico como esse precisa de ter experiência na área de fitoterapia através de cursos de especialização.

 

Como funciona?

O paciente terá um primeiro atendimento, onde será uma entrevista para conhecer seu histórico de doenças e de preocupações. Será avaliada a situação medicamentosa, como o que sabe o paciente sobre seus medicamentos e suas formas de utilização. Nessa etapa é solicitado que o paciente traga todos medicamentos que utiliza, prescritos ou não, últimos exames e prescrições. Nos atendimentos sucessivos são realizadas avaliações da situação atual.

Os atendimentos possuem duração de 50 minutos.

 

Quais os benefícios do serviço?

-Educação em saúde: fornecimento de informações que tem por objetivo mudar comportamentos, fortalecendo a fitoterapia, e suas formas de uso das plantas medicinais.

– Promoção do uso racional de medicamentos: informar como , quanto, para que,  quando parar, como parar, e o tipo de medicamento em uso, para aumentar a adesão e sucesso terapêutico, com menor reações adversas.

-Identificação de problemas relacionados á medicamentos.

-Autocuidado ou automedicação orientada: ajuda ao paciente para escolha de medicamentos fitoterápicos para doenças já diagnosticadas ou sintomas menores.

-Comunicação com os profissionais de saúde.

 

Quer agendar um atendimento fitofarmacêutico, entre em contato através do formulario aqui.